Terça-feira, 8 de Julho de 2008

Recordando uma data especial...

Hoje era o dia de aniversário do meu pai.

Já partiu há bastantes anos. Ficaram as recordações de um pai meigo, amigo , presente , sempre pronto a ajudar o próximo.

Na época fiquei triste, mas como adolescente que era fui levando a situação mais ou menos de uma forma ligeira, julgava eu...

Hoje sinto que me fez imensa falta, que de muitas formas me senti inferior aos outros , afinal faltava-me o papi. São situações que nos marcam para a vida!

Cresci e agora adulta , encaro a morte de forma muito diferente do que na época em que ele fez a sua passagem.

Sei que onde estiver , está comigo! Recordo-o no meu dia a dia:

- vejo um carro Renault 4l , lembro-me dele

- Como batatas a murro ,rinzinhos de coelho,  bodas ( bocadinhos de pão, com queijo e presunto) língua de porco cozida, caracoletas assadas  lembro-me dele

-vejo um bebé às cavalitas do pai, lembro-me dele

-Vejo o Vitor Constâncio na televisão , lembro-me dele

- Ouço a expressão Pita calçuda, ou a lengalenga una, duna , etc lembro-me dele

- convivo com alguém amigo, prestável , lembro-me dele

Enfim, sempre que me lembro dele, lhe envio o meu beijo, a minha oração pois eu sei que ele a receberá!

Para si paizinho , o meu beijinho!

 

tags:
publicado por florluz às 19:01
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Segunda-feira, 28 de Abril de 2008

Tenha uma doce semana!

 

Não há coincidências e não é  por acaso que hoje pela terceira vez me vem à ideia tarte de morangos.

Há uns anos perdi uma " tia" emprestada, que fazia uma tarte destas deliciosa. Eram ambas um doce , tanto a tia como a tarte.

Hoje uma prima que faz anos , soube que pediu para sobremesa tarte de morangos, porque será tudo isto?....

Mas porque sabemos tão pouco  do poder do pensamento , dos sinais que temos....então aqui vai a minha homenagem às duas .

Beijos Tia Teresa, beijos janinha!

tags:
publicado por florluz às 22:26
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 20 de Março de 2008

Uma homenagem aos pais e em especial ao meu que já partiu...

Pais maus

 

Deus abençoe os pais maus!

Um dia, quando os meus filhos forem suficientemente crescidos para entenderem a lógica que motiva um pai, hei-de dizer-lhes:

- amei-vos o suficiente para ter perguntado: onde vão, com quem vão, e a que horas regressam a casa?

- amei-vos o suficiente para ter insistido em que juntassem o vosso dinheiro e comprassem uma bicicleta, mesmo que eu tivesse possibilidade de a comprar.

- amei-vos o suficiente para ter ficado em silêncio, para vos deixar descobrir que o vosso novo amigo não era boa companhia.

- amei-vos o suficiente para vos obrigar a pagar a pastilha que “tiraram” da mercearia e dizerem ao dono: "Eu roubei isto ontem e queria pagar".

- amei-vos o suficiente para ter ficado em pé, junto de vós, durante 2 horas, enquanto limpavam o vosso quarto (tarefa que eu teria realizado em 15 minutos).  

- amei-vos o suficiente para vos deixar ver fúria, desapontamento e lágrimas nos meus olhos.

- amei-vos o suficiente para vos deixar assumir a responsabilidade das vossas acções, mesmo quando as penalizações eram tão duras que me partiam o coração.

- Mais do que tudo, amei-vos o suficiente para vos dizer NÃO quando sabia que me iríeis odiar por isso.

Estou contente, venci. Porque, no final, vocês venceram também. E, qualquer dia, quando os vossos filhos forem suficientemente crescidos para entenderem a lógica que motiva os pais, vocês hão-de dizer-lhes, quando eles vos perguntarem se os vossos pais eram maus ...que sim, que éramos maus, que éramos os pais piores do mundo:

- «Os outros miúdos comiam doces ao pequeno almoço; nós tínhamos de comer cereais, ovos, tostas.

- Os outros miúdos bebiam Pepsi ao almoço e comiam batatas fritas; nós tínhamos de comer sopa, o prato e fruta. E - não vão acreditar - os nossos pais obrigavam-nos a jantar à mesa, ao contrário dos outros pais.

- Os nossos pais insistiam em saber onde nós estávamos a todas as horas. Era quase uma prisão.

- Eles tinham de saber quem eram os nossos amigos, e o que fazíamos com eles.

- Eles insistiam em que lhes disséssemos que íamos sair, mesmo que demorássemos só uma hora ou menos.

- Nós tínhamos vergonha de admitir, mas eles violaram as leis de trabalho infantil: tínhamos de lavar a loiça, fazer as camas, lavar a roupa, aprender a cozinhar, aspirar o chão, esvaziar o lixo e todo o tipo de trabalhos cruéis. Acho que eles nem dormiam a pensar em coisas para nos mandarem fazer.

- Eles insistiam sempre connosco para lhes dizermos a verdade, apenas a verdade e toda a verdade.

- Na altura em que éramos adolescentes, eles conseguiam ler os nossos pensamentos. A nossa vida era mesmo chata.

- Os pais não deixavam os nossos amigos buzinarem para nós descermos. Tinham de subir, bater à porta, para eles os conhecerem.

- Enquanto toda a gente podia sair à noite com 12, 13 anos, nós tivemos de esperar pelos 16.

- Por causa dos nossos pais, perdemos imensas experiências da adolescência. Nenhum de nós, alguma vez, esteve envolvido em roubos, actos de vandalismo, violação de propriedade, nem foi preso por nenhum crime. Foi tudo por causa deles.  

Agora que já saímos de casa, somos adultos, honestos e educados; estamos a fazer o nosso melhor para sermos "maus pais", tal como os nossos pais foram».

 

(Autor desconhecido)

 

 

          

sinto-me:
tags:
publicado por florluz às 00:13
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

mais sobre mim

::RELÓGIO::



pesquisar

 

Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

::SELO::


posts recentes

Recordando uma data espec...

Tenha uma doce semana!

Uma homenagem aos pais e ...

arquivos

Junho 2010

Maio 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

tags

agradecimentos

amigos

amizade

anjos e frases

as minhas músicas

boa noite

carinhos

casamento

cinema

comentários

comentários ano novo

comentários de natal

curiosidades

desafio

destaques

dias da semana

dias especiais

dias semana

efemérides

fases de natal

feriados

fim

flores

fotos lindas

frases

frases de natal

frases evangélicas

frases fofinhas

frases lindas

frases luminosas

frases natal

frases noturnas

frases para meditar

frass

histórias para pensar e praticar

homenagem

homenagens

ikebanas

jesus

letras de músicas

lindas fotos

lindas frases

lindas imagens

lindas músicas

lugares

mensagem

mensagem do dia

mensagens

meus poemas

mimimhos

miminhos

miminhos de natal

mrnsagem

música

músicas de fé

músicas de sempre

natal

os meus poemas

paisagens

para ti

pensamentos

poemas

poemas de natal

prendinhas

provérbios

quadras soltas

recadinhos

reflexões

salmos

selos

selos destaques

seminário

solidária

sonhos de natal

visitas

todas as tags

::MÚSICA::

::PRÉMIOS RECEBIDOS::



::YOUTUBES::

favoritos

A quem possa interessar.....

::BLOGS::







No Silencio das Palavras

VISITE O MAR ADENTRO

papoila



Praia da Claridade

Mariposa

Azoriana Blog
Azoriana Blog






















Jardim da Medusa

























::CONTADOR::



blogs SAPO

subscrever feeds